Encontre o que precisa buscando por aqui. Por exemplo: digite o título do filme que quer pesquisar

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Foi um sucesso o lançamento do guia de filmes OS MELHORES FILMES NOVOS

O concorrido evento na Livraria Cultura da avenida Paulista já sinalizava uma ampla aceitação pelo público. Logo na primeira semana de lançamento, o livro já entrou para a lista dos mais vendidos da Siciliano. Por isso está sendo vendido com 20% de desconto naquela livraria.
De R$43,00, o preço de capa caiu para R$34,30.
São poucos os programas mais simples e prazerosos que assistir a um bom filme na sala de casa. Mas com tantas opções nas lojas e locadoras, como fazer uma boa escolha?
A resposta está em "Os melhores filmes novos" – 290 filmes comentados e analisados. A escolha, as informações e os comentários são do crítico de cinema Luciano Ramos (na foto acima), que assistiu a mais de dois mil filmes lançados nos últimos quatro anos no circuito comercial brasileiro. A seleção de Ramos promete apoiar a todos os frequentadores de locadoras, na busca pela melhor opção. Há lugar para europeus, como "O pequeno italiano" e "A Vida dos outros", blockbusters, como "Batman Begins", animações como "A era do gelo 2" e brasileiros aplaudidos pelo público, como "Se eu fosse você".
Para selecionar os melhores, o autor analisou cinco aspectos: argumento, roteiro, elenco, produção e direção. Os títulos incluídos no livro mereceram destaque ao menos em quatro deles. “É claro, porém, que a identificação desses predicados depende sempre do olhar pessoal de cada crítico: a sagrada cidadela da sua subjetividade como indivíduo”, adverte Luciano Ramos. Para aqueles que buscam uma lista ainda mais apurada, Ramos também destacou 100 títulos imperdíveis.
Luciano Ramos (na foto com Rogério Covaleski) define o argumento como o nível de conteúdo do filme, pelo qual se avaliam suas ideias e significados: se é superficial, se é original, se reflete com honestidade um episódio histórico. Ao roteiro corresponde a estrutura do filme, revelando o ritmo das ações, a fluência da narrativa, seu grau de interesse, a criatividade das soluções e os diálogos. No elenco se encontra o trabalho dos artistas, a interpretação de cada um e sua adequação aos papéis. A produção designa o nível físico do espetáculo: cenários, figurinos, fotografia, iluminação, trilha sonora, efeitos especiais e montagem. Por fim, a direção significa a instância mais elevada de autoria do produto: o diretor é, em suma, o regente da orquestra.

Os filmes são agrupados em ordem alfabética dentro de capítulos que correspondem às principais categorias: aventura, brasileiros, comédia, documentário, drama, fantasia, história e infantil. Em todos os comentários, com exceção daqueles referentes aos documentários, há também uma relação de “gêneros conexos”, ou seja, um conjunto de gêneros com os quais o filme comentado mostra alguma ligação. Cada título é acompanhado, ainda, de uma breve ficha técnica que inclui os prêmios recebidos.

Como outro diferencial importante, Os melhores filmes novos traz um bônus para quem adquirir este livro: quatro atualizações on-line, que analisam e avaliam os filmes lançados a partir de 2009. A primeira lista já se acha disponível desde o dia de lançamento desta obra nas livrarias. Em seguida, a cada seis meses, acontece uma nova atualização até o fim do próximo ano. “Com esse procedimento, eu e o livro pretendemos nos tornar uma companhia útil e constante para quem gosta de cinema e tem curiosidade pelo que há de novo em matéria de bons espetáculos”. Companheiros sem os quais não será prudente frequentar uma locadora para escolher o que vamos assistir.

2 comentários:

Bano disse...

Parabéns, Luciano, pela iniciativa em escrever esse livro. Virão outros? Só achei que está um pouco caro. Tenha muita saúde e veja ótimos filmes.

Luciano Ramos disse...

Caro Bano,
O livro está com 20% (R$34,30) na Saraiva, na Siciliano e na Cultura...