Encontre o que precisa buscando por aqui. Por exemplo: digite o título do filme que quer pesquisar

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O melhor filme brasileiro de 2011 poderá ser "O Homem do futuro", de Claudio Torres.

"O Homem do Futuro" é o melhor brasileiro lançado até agora neste ano. Escrito e dirigido por Cláudio Torres, um cineasta que vem crescendo a cada trabalho. Primeiro, ele surpreendeu com a maturidade de “Redentor”, uma tragicomédia social lançada em 2005, que os críticos elogiaram, mas que não obteve uma bilheteria expressiva. Em seguida, subiu para o degrau da aceitação popular, em 2009 com “A Mulher invisível” com Selton Mello, que até deu origem a um bem sucedido seriado na TV. Agora com seu último trabalho, ele prova que o cinema brasileiro não precisa abrir mão da qualidade para conquistar o interesse do público.
E mostra que, ao contrário, para atingir essa meta é necessário reunir o máximo de recursos estéticos e profissionais, ou seja, uma equipe afinada e competente. Todos os aspectos da produção funcionam aqui em harmonia: atores centrais e coadjuvantes, direção de arte e trilha sonora, cenários e locações, até os efeitos especiais, indispensáveis a uma "comédia de ficção científica", demonstram eficiência e profissionalismo.
Provavelmente desde o berço (Claudio Torres é filho de Fernanda Montenegro e Fernando Torres) o diretor sabe que não basta incluir no elenco estrelas de TV, a não ser que também sejam intérpretes habilidosos, como Alinne Moraes e principalmente Wagner Moura – aqui em seu papel mais expressivo no cinema, superior até a sua atuação em “Tropa de Elite”, porque faz três papéis reunidos num só: um cientista quarentão, afetivamente frustrado e solitário que, sem querer, inventa uma máquina do tempo e se encontra com o jovem que era 20 anos antes. Ao regressar ao presente, porém, depara com o canalha em que tinha se transformado e trava uma batalha consigo mesmo, ao voltar de novo ao passado para tentar consertar o estrago. Trata-se, portanto, de um enredo bastante complexo que, mesmo assim, serve de apoio a uma comicidade leve, fluida e sobretudo capaz de fazer rir e pensar.


O HOMEM DO FUTURO
Brasil, 2011, 106 min, 10 anos
estreia 02 09 2011
gênero comédia / ficção científica
Distribuição Paramount
Direção Cláudio Torres
Com Wagner Moura, Alinne Moraes,
Fernando Ceylão, Maria Luísa Mendonça
COTAÇÃO
* * * *
ÓTIMO

4 comentários:

Enaldo disse...

Apesar de Wagner Moura o trailer não me deixou animado. Fiquei com a impressão de ser remake de filme "b" estadunidense de uns cinquenta anos atrás.

Garde disse...

Vou assistir!

Rafael W. disse...

Parece ser uma produção nacional diferenciada muito interessante. Estou curioso prs conferir.

http://cinelupinha.blogspot.com/

Luciano Ramos disse...

Enaldo, pode ir sem susto que você vai se surpreender.