Encontre o que precisa buscando por aqui. Por exemplo: digite o título do filme que quer pesquisar

quarta-feira, 23 de junho de 2010

"Kick-Ass": sucesso nos quadrinhos, chega aos cinemas quebrando tudo

A idéia central de KICK ASS – QUEBRANDO TUDO está contida no livro pretensamente científico de Fredric Wertham chamado “A Sedução dos Inocentes”, publicado em 1954 e que quase derrubou a indústria dos comics. Ele supunha o perigo de que um garoto pudesse se vestir como o Capitão Marvel, gritar Shazam e se lançar pelos ares. É quase isso o que acontece no filme, quando um estudante (com mesma idade do Homem Aranha) se veste de herói mascarado e sai pela noite para combater os criminosos, armado apenas de um porrete.
Ele sabe que super poderes não existem e, mesmo assim, quer mudar de vida e sair do anonimato. Mas ele se engana, porque super poderes existem sim e geralmente estão a serviço dos vilões. O mais forte de todos é o dinheiro e contra isso, somente a vingança e a loucura que ela costuma provocar podem ter algum efeito. Por uma coincidência própria das graphic novels, o nosso quase herói pisa no calo do mais rico traficante de Nova York e precisa se associar a uma dupla de vigilantes que quer destruí-lo.

Essa dupla é formada por uma menina de 9 anos e seu pai, um ex-policial vivido por Nicholas Cage: uma improvável mistura de Batman e Justiceiro, ambos raras exceções de heróis vingativos e desprovidos habilidades físicas excepcionais. Como se vê, o filme não é para ser levado muito a sério, mas representa o grito de insatisfação de toda uma geração de jovens que preferia estar quebrado a cara dos bandidos da vizinhança a morrer no Iraque ou no Afganistão. KICK ASS se baseia numa bem sucedida HQ de Mark Millar, o mesmo criador do excelente “O Procurado”, que já virou filme com Angelina Jolie.

KICK ASS – QUEBRANDO TUDO
Kick-Ass
estreia 18 06 2010
EUA – 2010 – 118 min. – 18 anos
Gênero Ação / Aventura
Distribuição Paramount
Direção Matthew Vaughn
Com Aaron Johnson, Nicolas Cage,
Clark Duke, Lyndsy Fonseca
COTAÇÃO:
***
B O M

2 comentários:

Mai Saraiva disse...

Luciano, se não fosse por esta postagem, eu jamais veria esse filme! Parece divertido! Parabens pelo blog! Mai Saraiva

Loma disse...

Eu amei esse filme. Não consegui ler a HQ ainda, mas minha amiga vai me emprestar. Acho muito incrível como qualquer coisa parece poética quando tu escreve! Sério.

Bem, recomendo o filme também.

Beijão.